quarta-feira, setembro 27, 2006

27 DE SETEMBRO - DIA DA MPB

ENTÃO, TOME-LHE CHICO. Preciso não dormir até se consumar O tempo da gente preciso conduzir Um tempo de te amar Te amando devagar e urgentemente Pretendo descobrir no último momento Um tempo que refaz o que desfez Que recolhe todo o sentimento E bota no corpo uma outra vez Prometo te querer até o amor cair Doente Doente Prefiro então partir a tempo de poder A gente se desvencilhar da gente Depois de te perder te encontro, com certeza Talvez num tempo da delicadeza Onde não diremos nada Nada aconteceu Apenas seguirei, como encantado Ao lado teu (KÁ)

4 comentários:

Docinho disse...

Caramba, eu AMO Chico! Na minha humilde opinião, melhor que ele só o Tom... Beijos!

disse...

acho que ele é o único homem que talvez eu dê um "selinho"

Uma mulher disse...

Ká,

Essa música é linda tbm, me lembra despedida com certeza de reencontro,hj me sinto nostálgica!

ps: sobre o contador,olhe o que coloquei no meu e veja o que acha,pq enviei pro e-mail de vcs o site de onde tirei e o código!
Um abraço

disse...

obrigada...
vou olhar agora...

é o que acho tb... uma despedida com certeza de reencontro.