segunda-feira, agosto 20, 2007

E estava eu ouvindo uma rádio. Quando de repente uma música das antigas: “pegue um martelo... e vai fazer o que... vou bater na sua testa, até lhe mostrar...” Parei, pensei: pôxa! Vai bater na testa do cara até ele aprender??? E se ele for burro? Tiver dificuldade de entendimento?? Vai morrer de traumatismo craniano??? O mundo é de fato violento, onde já se viu?? Pq ela não manda uma carta, um e-mail, chama o rapaz pra tomar um café, explica que o que ela sente é amor??... mas não, vai pela via mais fácil, a pancadaria. Agora pensem, quando esta música fez sucesso eu devia ter uns 11 anos, ou seja, se eu fosse uma adolescente problemática, influenciável eu ia matar o meu namoradinho da 7ª série?? (sim, porque nesta épocas era terminado em O mesmo). Imaginaram a manchete... menor mata colega de classe a marteladas, resultado: eu na febem, no meio daquelas rebeliões, queimando colchão, minha mãe tendo que passar pelo constrangimento da de uma revista íntima, tudo pq a Gabriela (acho que esse era o nome da cantora), mandou bater no coitado até ele entender. Ai ai... depois o povo reclama do pobre do funk (dói um tapinha não dói)... antes um tapinha do que uma martelada no meio da testa.

26 comentários:

Sílvia Carrasco Braga disse...

Hahahahaahaha
Cruela vc é uma figuraça!!!
E lembro dessa musica e da lesada q cantava, era um amoreninha do cabelao bem liso... So nao lembro o nm da dita cuja...rs
Adorei sua divagação sobre o assassinato do namoradinho...rs
Bjo

Beta disse...

kkkkk!
Adorei o seu blog! Vou te linkar.
Depois passa no meu! :)
beijos!
tudonavidadabeta.blogspot.com

Manual de Sentidos disse...

Coitado do ex-namoradinho, fiquei imaginando uma louca martelando a cabeça dele, e ele nem iria saber o porquê...

Persona disse...

Nãooooo Sílvia... " A Moreninha" é o nome de um livro!
ahuahauhauhauah

Persona disse...

Oi Beta... volte sempre e deixe sua calçola aqui no nosso box!
Beijos

Ei Manual... acho melhor começarmos a imaginar coisas melhores.. não gostei da cena! rs
Beijos

Cruela disse...

Silvia: o nome dela era Gabriela mesmo... era tipo uma imitação da Patrícia do Trem da Alegria, naquele tempo era comum essas coisas... crianças, cantando musicas de crianças (ai ai).


Manual: já pensou? eu viúva aos 12???


Persona: fala a verdade... você se lembra muito bem dessa música... é do seu tempo.

Ve Barbosa disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkk... adorei...rsrs... olha, acho que nesse caso eu seria sua companheira de Febem.. rs...

Beijos

Ser disse...

Olha me lembro ainda que tinha uma tald e Rita Pavone,(Italiana dos anos 60), mais antiga ainda que a Gabriela que cantava algo tipo "Pego meu martelo..." e deixa ser pois o resto era mesmo bicudo!!
Violência pouca é bobagem! rsss
Como vcs estão? Aqui tudo calmoe muito bom.
BJs

Anônimo disse...

Tolinha!!!

BABI SOLER disse...

kkkkkkkkk
Cruela, seu post foi hilário, mas o fato é que com tapinha ou matelada os homens merecem apanhar sempre.

Cruela disse...

isso foi pra mim?

Mandy disse...

Rindo muito, sem noção...

Dam disse...

Hahaha...ótimo..
"queimando colchão"..rs


Beijos..

Sílvia Carrasco Braga disse...

Po senti q a Persona tentou tirar uma com a minha cara pra nao assumir que tb era da epoca da musica do martelo, se duvidar cantava ela imitando a Gabriela na frente do espelho, e quase foi ser colega de febem da Cruela...hahahahahaha

Cruela eu lembro sim, realmente tinham vários grupos de crianças, balao mágico, os abelhudos, trem da alegria... Era uma febre msm.. Bons tempos...rsrsrsrs

Anônimo disse...

Teste

Anônimo disse...

Teste

Re disse...

Lembrei de voce e Marcinha no Cor de Rosa nesta mesma discussão. Saudades.

Re disse...

Lembrei de voce e Marcinha no Cor de Rosa nesta mesma discussão. Saudades.

Ser disse...

VEJAM A PÉROLA DA MÚSICA QUE RITA PAVONE CANTAVA. BICUDO PURO!!


Datemi Un Martello
Composição:: S. Bardotti / L. Hays / P. Seeger

Cantora: Rita Pavone

Ah ah ah....
Thiu riu thiu ria....

Dêem-me um martelo,
O que quer fazer com ele,
Quero batê-lo na cabeça
De quem não gosto, sim sim sim,
Daquela dengosa
Com os olhos pintados
Que todos todos fazem dançar
Deixando-me a olhar.
Que raiva me dá!
Que raiva me dá!

Thiu riu thiu ria....

Dêem-me um martelo,
O que quer fazer com ele,
Quero batê-lo na cabeça
De quem não gosto,
De todos os casais
Que ficam coladinhos
Que querem as luzes apagadas
E as musicas lentas.
Que tédio me dá!
Ufa, que tédio me dá!

Thiu riu thiu ria....

Dêem-me um martelo,
O que quer fazer com ele,
Para quebrar o telefone
O usarei,
Porque em poucos minutos
Me chamará mamãe,
O papai está quase para voltar,
Para casa devo ir.
Ufa, que vontade que tenho!
Não não não, que vontade que tenho!

Thiu riu thiu ria....

Um golpe na cabeça,
A quem não é dos nossos
E assim a nossa festa
Mais bonita será,
Seremos nós somente
E seremos todos amigos,
Dançaremos juntos os nossos bailes
E sei que o hully gully
Que força será!
Que força será!

Que força será!
Che forza sarà!

Cicantica...
Ai!

Jairo Gudzowskyj Brandao disse...

ahhhhh..Maginifico Post..ainda bem que não era eu o seu namoradinho da 7 serie...kkkkkkkkkmas eu não lembro desta tal 'Moreninha' eu lembro da Musica Original com a Rita Pavoni.kkkk minha mãe ouvia o dia inteiro ,,rsrsrsr,bjos pra vcs.

Edson Marques disse...

Cruela,


Nenhum namoradinho merece ser assassinado.


Com exceções!


Abraços, flores, estrelas..




.

Cruela disse...

o cor de rosa foi sobre mulheres bonitas???

Cruela disse...

ser querida.
o que é isso???

é massacre?

beijos

ps. tamo bem.

Persona disse...

Ô Sílvia, eu não sou da época da música do martelo não... ´sou mesmo da época da Sandy e do GayJúnior.... vamo puláááááá
kkkkkkkkkk

Márcia(clarinha) disse...

você é uma sobrevivente feliz, rssss
beijos

Cruela disse...

conversa fiada...
deve ter requebrado até ouvindo isso.