sexta-feira, setembro 07, 2007

E ANTES QUE EU ME ESQUEÇA...

7 de setembro.
O Brasil Brasileiro, esse cheio de praias e mulatas, onde o carnaval mistura os povos...
O Brasil da garota de copacabana (e ninguém aqui está falando em Bebel)...
O Brasil do povo heróico, do brado retumbante...
O Brasil miscigenado...
O Brasil de tantas caras e cores...
O Brasil das diferenças (e ninguém aqui está falando em diferenças socias)...
O Brasil invicto, ainta intacto...
Sim sim sim...
A Pátria tão amada...
O Brasil gigante pela própria natureza...
Onde seus filhos não fogem a luta...
O Brasil que deita eternamente em berço esplêndido
Onde se plantando, tudo dá (segundo a carta de Pero Vaz)...
O Brasil sem catástrofes naturais (embora seu povo seja naturalmente catastrófico)
Sim sim,
Esse nosso Brasil, varonil, tão tropical...
A mãe gentil...
Agora,
Todo o mundo (brasileiro ou não), há de convir quê...
Tudo isso perde o glamour...
Quando se descobre, que o "Rei" proclamou a suposta indepêndencia, montado em um jumento...
INDEPENDÊNCIA OU MORTE!
Agora a pergunta: e se o povo que estava do outro lado do córrego do Ipiranga (se é que havia povo), tivesse dito "MORTE"... o que iria acontecer? O jumento imperial iria aguentar correr?
FELIZ 7 DE SETEMBRO
(DIA DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL)
ps. comentários patriotas, do tipo, "nós temos a bossa nova" ou "pelé nasceu aqui" serão ignorados.... afinal de contas... nós, nunca falamos em DEMOCRACIA.

Nenhum comentário: