quarta-feira, maio 21, 2008

ÍNDIO QUER APITO...

O engenheiro da Eletrobrás Paulo Fernando Rezende, coordenador dos estudos de Belo Monte, foi ferido nesta tarde, durante um evento em Altamira, no Pará. Uma índia barranqueira, a mesma que há vinte anos agrediu o atual presidente da Eletrobrás José Antônio Muniz com um facão, repetiu o episódio. O motivo do arranca rabo é a tal usina hidrelétrica do Xingu. Tudo bem, entendo que a terra em questão é uma reserva indígena, que eles tem seus direitos garantidos e todas aquelas delongas que sempre ouvimos. A minha pergunta é a seguinte: quando você é índio você deixa de ser cidadão brasileiro? Porque se deve avaliar se os agressores devem ou não responder legalmente pelos seus atos, segundo a nossa carta magna? Ai o fulano de tal tem a cara de pau de declarar que mesmo o evento tendo sido organizado pela PM, só quem poderia intervir era a Polícia Federal... Ta bom, entra lá na aldeia deles para você ver o tacape comer frouxo no seu lombo! Me cansa essa história de índio. Na hora de que querer terra é índio, na hora de meter chinelão havaiana no pé e desfilar de moto Honda é brasileiro. Na hora de deitar o facão em quem aparecer é índio, na hora de tomar a vacina contra paralisia infantil é brasileiro. Para mim é tudo igual, gente é gente. Dentro das nossas fronteiras a lei é uma só (mesmo que nunca funcione)... tudo bem, há 500 anos atrás isso aqui era terra de índio (e hoje é de quem mesmo?). Tem coisa mais irritante do que ler no jornal “jovens ateiam fogo em um índio” ou “homossexual é brutalmente assassinado”. Colocaram fogo em um homem e mataram outro. Sem títulos e sem apologia as minorias. Melhor também eu deixar bem claro que não estou defendendo homem branco, amarelo, pardo, vermelho, preto, azul... porque, se tem uma coisa que eu não defendo é homem. E antes que os comentários politicamente corretos, cheios de embasamentos históricos e discursos socialistas e igualitários apareçam... vou logo avisando. ME ECONOMIZA QUE EU TÔ POUCA. Bom feriado para vocês.

32 comentários:

JujuG disse...

Essa india com a peixeira me lembra alguém que por bem menos teria arrancado o fígado e um pedaço do estômago da criatura ao invés de de um talho no braço kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Te amo Cruela, cada vez mais!!!!!!!

Zitcha disse...

pode crer..
devem ser julgados como qq pessoa, po.
eles sabem mto bem q não pode matar ou ameaçar as pessoas.
fala sério.

abraço!
ai, tomara q eu nao seja reconhecida na rua por causa da foto!!

e obrigada pela dica do jabuticaba! ;)

carla m. disse...

igualdade na diferença!!!

Dama de Cinzas disse...

Muito bom seu post! Achei a cena deprimente e acho que direitos e deveres têm que ser iguais para todos. Também me cansa essa coisas de ficar passando a mão na cabeça de índio, acho que eles precisam seguir as regras assim como nós.

Beijos

Neto Morais disse...

Indio e cidadao comum como vc ou eu, e tem que ser tratado e julgado com a mesma lei.

BABI SOLER disse...

Quando é conveniente é bom ser indio.
Sei não...esse nosso Brasil tem casa coisa...e me economiza que eu tô pouca é sensacional.
tô rindo até agora...
beijo

thiago disse...

"me economiza que eu tô pouca". gostei disso... posso usar???

eu penso uma coisa: se índios podem votar eles TEM que sofrer as mesmas punições e e obrigações que qualquer outro brasileiro. estou de SACO CHEIO de ver antropólogos, sociólogos e trocentos outros "ólogos" jogando confetes e fazendo uma enorme lambeção porque "índios têm que ter isso", "índios têm que ter aquilo" e apoiando qualquer coisa que eles façam, inclusive crimes.

uma das coisas que eu ainda não entendi até hoje é porque eles querem tanto terras. será para vender depois e comprar carros e casas na cidade? sim, porque apenas gente BURRA ainda não viu que aquela gente anda de carro, usa roupas compradas em lojas e faz "negócios" com madeireiros. talvez até seja para isso que querem tanta terra, vender para que madeireiros possam derrubar a floresta.

dane-se se a sei lá quantos anos atrás eles eram os donos da terra! a única coisa que importa agora é: eles não são mais donos de nada. aqui é o brasil, terra dos brasileiros. e é o que eles são. brasileiros como qualquer outro. e fim!

thiago disse...

ps: fez sentido...? HAHAHAHA

thiago disse...

e será que eu farei sucesso depois do programa lá no delas web radio? @.@

Giovanna Bauer Valério disse...

Opa, bom feriado para você também.

Adegesto Pataca disse...

Nesse bang-bang eu ainda continuo torcendo pros índios!
Bom vir aqui de novo!
Beijos!

Aline Dias disse...

bom, fiquei lembrando das aulas de antropologia sobre respeitar as diferenças por elas serem diferenças.
mas depois, o que faz mais sentido, lembrei do meu pai dizendo que se vc quer ter direitos, há que cumprir os deveres.

No mais, obrigada por ter me indicado para o blog tracks.
^^

Camilinha disse...

eu acho que vc tá certa...

eu acho...

(to com medo de discordar...rs)

beijos daqui...

MARIUS QUIRÓZ disse...

Eu tbm não vou discordar!

Esses dias uma amigo comentou que nos Estados Unidos eles têm uma lei de proteção aos índios que dá livres poderes dentro da aldeia (ou reserva). Conta a lenda de que eles são tão independentes que construiram até cassinos. Não sei se é verdade.

Mas tem que revisar isso.


Bjos!

Regida Por Murphy disse...

Eu nunca tinha pensando por esse lado.
realmente, se as leia são as mesmas para judeus,negros, muçulmanos, brancos, amarelos, evangélicos, espíritas, etc que moram no brasil, tem que ser giual para os indios tbm.

Pucci disse...

eu tbm acho que toda essa culpa que o Brasileiro tem por indios e angolanos eh meio sem fundamento :P

todos estamos aqui não é ? :)

Pucci disse...

2 - não interessa quem voce seja, voce sempre vai sofrer algum tipo de preconceito. SEMPRE! atire a primeira pedra quem nunca teve que esconder alguma coisa dos outros pra evitar goazação...

Paty Maionese disse...

Foi exatamente isso que eu pensei quando vi essa notícia.
Indiazinha barraqueira, hein?!

lucy in the sky disse...

afff... passei mal com akele sangue todo no engenheiro, e olha q sou dentista e to acostumada com sangue e afins.... mas acho q passei mais mal msm pela atitude totalmente maluca dos indios. sem comentários.

beijos e boa semana!

Helen Santos disse...

O homem invade o espaço do indio...

Eles não podiam ficar calados, imagine alguem invadindo seu espaço, sua vida, enfim estou com os indios... rs
Parabens pelo blog...

Anônimo disse...

tudo bem... ele pode ser índio, mas aí ele faz a escolha dele... vai viver no mato, do que a terra dá.

Idylla disse...

indio eh cidadãooooo tb....


beijosss =**

Jairo Gudzowskyj Brandao disse...

Vou ser polemico e direto, eu acho que em algum momento na evolução da humanidade o natureza errou,,e errou feio,pra mim indio é uma especie que não evoluiu em nada o pq eu não sei afinal não sou biologo.ta vcs vão me falar é mais são seres humanos,,então vamos partir do principio que somos todos indios,,,certo? ou não? ate o primeiro Homo erectus era indio ou estou errado? ate os indios são decendentes do Homo sapiens neanderthalensis ou seja somos todos iguais ,,somos indios tambem,
Acho que se é pra ser indio tem que ser indio direito, andar peladão,comer o que caça e o que pesca sem esta de internet, de onibus pra ir a Brasilia,, ta ai um tipo de coisa que me deixa verdadeiramente como saco cheio.

chegaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa..

Jairo Gudzowskyj Brandao disse...

ahh.. daqui a pouco vão querer aposentadoria do INSS.pelor amor heim..acho que indio tem o diretio é de ficar quietinho comendo tapioca no meio da floresta e tá bom demais..

::Mary Jane:: disse...

Oiii ....
Amei o "calcinhas no box!"
Muito criativo,bom mesmo!
Parabens...bjo!

Iara disse...

oi meninas.

vim deixar um boa tarde.

Elida disse...

Concordo plenamente com você! Seus textos são coerentes e adorei ter entrado aqui!
Volto sempre, ok?

Cruela disse...

no Jornal nacional vai passar indio usando email??

uai?

não era ìndio?

Lile disse...

Aff...
bom comentário.
Bjo

Anônimo disse...

Nunca esperei que duas caiporas, advindas da Palestina Mineira, que sairam do mato, mas, das tais o mato não sai nunca, tivessem tanto brio, tantas merecendências e predicativos ao lidar com a escrita. Bão de mais !!!!

Marculino

Cruela disse...

pra vc ver né marculino... como a gente evolui. Deve ser a água do estrelinha.

kkkkkkkkk

beijos e muito bom te ver por aqui... se quiser podemos publicar uns causos.

o que acha?

beijos

Seu disse...

hahahaha
nunca tinha visto esse: "ME ECONOMIZA QUE EU TÔ POUCA"!!!
Dizem q os indios são inimputáveis... não lembra lá daquele indio q arrancou os seios de uma menina na mordida?
pois é...