terça-feira, novembro 18, 2008

- DOS OUTROS, MEIA HORA E DORMINDO

Vira e mexe leio algo sobre filhos em blogs. Então vem sempre a questão FILHOS! MELHOR NÃO TÊ-LOS, MAS SE NÃO TÊ-LOS, COMO SABÊ-LOS?... Sim, se não tivermos como vamos saber se são bons? Difícil isso né? Porém, eu me encaixo confortavelmente no grupo da que não querem ter filhos. Não sei porque algumas pessoas acham que o simples fato de termos nascido mulher nos torna capacitadas para tal feito. Ou então atribuem a maternidade a um fardo que deve ser carregado por todas as gerações. Pêra lá negada. A coisa não é bem assim não... o buraco é beeem mais embaixo, tão embaixo que as vezes penso que já é atrás. Mulher é uma coisa, vocação e disposição para a maternidade é outra completamente diferente. Outro dia (sábado para ser mais exata) em um blog que leio (que não vou colocar o link aqui para não acalorar a coisa toda), uma fulana me comparou com Herodes, mas não sou como ele, não quero matar todas as crianças – só o peste do 603. Eu simplesmente sou a pessoa, que por opção, optou por não ter um meu só meu, saca? Tipo parir? Na verdade “tipo” muitas coisas. Como diz Persona, gosto de acordar pela manhã e não ter que fazer uma série de coisas, como: acordar menino as 6:30, dar banho em menino as 6:45, dar cereal para menino as 6:55, levar menino para escola as 7:15... explicar para menino que brócolis é muito melhor que chocolate sendo que nem eu acho isso, explicar que cigarro mata, sendo que fumei igual ajudante de macumbeiro, sexo só com camisinha, drogas tô fora... Gosto da minha vida como ela é, assim, sem tirar nem pôr, na verdade até que eu poderia tirar algumas coisas para colocar outras, sei lá, talvez eu tirasse a TV velha e colocasse uma de LCD 42’ no lugar... mas para isso ia precisar pôr muito dinheiro na minha conta. Então as pessoas pensam “nossa, como Cruela é amargurada...!”. Bah, elas não entenderam nada, não tem nada de amargura na minha escolha. Eu simplesmente não tenho razões para ter filhos e não acredito nas razões dos outros. O que tenho são razões para não ter: 1 – o Gu do Angu se apegou a Bia e não quer me dar; 2 – concordo com a Madonna quando diz que a maternidade foi uma grande brincadeira de deus com as mulheres. E sei que ela não falava do fato de dar a luz, ela falava da história de engordar, peito cair, estria aparecer, hormônio, mancha preta no rosto, cabelo sem tinta, parir... essas coisas que destroem qualquer um. 3 - não quero ter que me preocupar em incutir valores nem ser responsável pela formação e valorização do caráter de seu ninguém. 4 – não quero ter que fazer uma poupança hoje para garantir o futuro de uma pessoa daqui há 20 anos. 5 - Não quero passar madrugadas acordada pensando em coisas ruins só porque meu filho ainda não chegou da balada. Gosto das coisas como são agora, soltas e libertas. Gosto da minha total ausência de regras. Gosto de chegar em casa na hora que eu bem quiser. Gosto de assistir TV alta. Gosto de não ter que ativar o supervisor de conteúdo do meu computador. Gosto de cerveja na porta da ge ladeira... Porém, se eu ganhar na mega sena posso reconsiderar tudo que escrevi, afinal de contas, dinheiro não compra tudo, mas com certeza compra tênis, roupa, fralda, remédio, celular novo, livros, brinquedos, danoninho, mochila nova, viagens de férias, boas escolas, boas babás, computadores... Então, enquanto isso não acontece continuo afirmando, "menino bom é o dos outros, meia hora e dormindo."

77 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Ameeei o post! Já fiz um bem parecido com esse, em que contestava essa idéia fixa da sociedade de que toda mulher nasceu pra ser mãe. E no meu blog depois de eu ter dito com todas as letras que NÃO QUERIA SER MÃE. Apareceram umas criaturas pra dizer que bem no fundo eu deveria ter uma vontade! Ou que achavam incompreensível mas aceitavam! Não sei como se aceita algo que não compreende... ahahah... São discursos hipócritas pra te chamar de louca-desnaturada-insensível que não quer ser mãe... ahaha... Me poupe!

Acho que tem que começar mesmo um movimento das MULHERES QUE NÃO QUEREM SER MÃES. Pra ver se vai mudando algo no inconsciente coletivo... eheheh

Adorei!

Beijocas

JujuG disse...

Bom, eu não tive e hj não dá mais pq eu já tirei os miúdos (o que diga-se de passagem deveria ser opcional pq é uma benção não ter que menstruar e ter cólica e ficar louca todos os meses). Concordo demais com vc Cruela, até pq a maioria das pessoas hj em dia tem filho pra babá criar, e isso na minha cabeça é uma sacanagem. Filho é coisa séria!

JujuG disse...

Bom, eu não tive e hj não dá mais pq eu já tirei os miúdos (o que diga-se de passagem deveria ser opcional pq é uma benção não ter que menstruar e ter cólica e ficar louca todos os meses). Concordo demais com vc Cruela, até pq a maioria das pessoas hj em dia tem filho pra babá criar, e isso na minha cabeça é uma sacanagem. Filho é coisa séria!

Afrodite disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Afrodite disse...

Cruela,
Filho é vocação,assim como ser médico...vc se imagina fazendo uma cirurgia em alguém???Pq cargas d'água então só por ser mulher tem que parir?
Minha irmã mesmo foi mãe sem a menor vocação!
O resultado??Seu filho precisa de psicóloga!
É uma furada acharem que pq tem útero,tem que ser mãe!
Tomara Deus não demore pra encontrarem como engravidarmos os homens...eles terão assim seu quinhão de sofrimento!
Liga pra esse povo,não!
Adorei a forma como descreveste o seus sentimentos!
E olha só:sou mãe e adoro a maternidade!Mas reconheço,não é qq uma que encara de bom grado!
Bjo!

Re disse...

Não minta. Herodes é seu ídolo. lembra daquela sua camiseta que ele autografou ? hein? ta aqui ainda.

Dani Halliday disse...

Cruela, penso igualzinho... Sou "egoísta" demais pra poder abrir mão da minha vida, pela vida de outra pessoa, pra depois, ele dar uma banana pra mim... (Até já fiz um post sobre esse assunto tbém, pq as pessoas me olhavam torto quando eu dizia que não quero ter filhos!) Tô fora!! Até já tive vontade, um dia, lá atrás, mas... passou!!

E vamos ao movimento das MULHERES QUE NÃO QUEREM SER MÃE!!!

Fui!

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

então Rê... aquele autógrafo foi em uma noite muito estranha sabe? não quer dizer que eu de fato goste dele.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

JujuG
tirar os miudos foi ótimo.

Mas o engraçado é que as pessoas não entendem que as mulheres que não querem ser mães não odeiam crianças... não ao ponto de afogá-las na piscina.

tenho certeza que vou ser uma ótima tia, afinal de contas, deseducar eu sei.

porém, se chorar devolvo pra mãe, simples assim

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

dani e dama,

quando digo isso, vejo que as pessoas me lançam um olhar de reprovação... algo do tipo, "aff, frustrada"... e não é nada disso, só não quero ter filhos, assim como não quero fazer uma porção de outras coisas...

Pessoa disse...

Filhos são uma benção de Deus, você de fato deveria pensar mais antes de abrir sua boca.

vida cotidiana disse...

Querida, acho que realmente cada um tem que fazer o que tem vontade, nem se preocupar com o que os outros pensam, são seus ideais e são verdadeiros porque são seus.
Agora, tenho filho, que é a coisa mais maravilhosa do mundo, sempre tive vontade e para mim esse era o meu ideal de vida.
É o meu melhor amigo.
bjs

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

viu? e nem por isso vc sai jogando pedra em quem não tem...

Popoka disse...

Por isso tenho um blogger kppkskps..
ai ai, t ++

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

Vida Cotidiana

viu? e nem por isso vc sai jogando pedra em quem não tem... razões são razões, cada um com as suas.

palavraacida disse...

Sabe que pelo tanto que eu viajo pela "blogosfera" acabo vendo um monte de coisas até então não muito agradáveis... E na maioria dos blogs que eu chamo carinhosamente de "blogs de menininhas"... O seu me faz ter esperança de que existe ainda um mentes pensantes, politicamente incorretas e falam o que pensam... Adorei os textos e o estilo muito parecido com o jeito Palavra Ácida aliás.

Parabéns e abraço.

Free Thought disse...

Adorei os textos

parabens...

Teco disse...

Olha... que coisa, não?

Eu até gosto de criança... mas não gosto da idéia de ser dono de uma.
enfim... compartilho de muitas idéias com vc.
A responsabilidade nesse "serviço" assusta mesmo.

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

Olá Pessoa... então só porque deus deu eu devo aceitar? quantos você têm? uns 15?

e pro seu bem: ME ECONOMIZA QUE EU TÔ POUCA.

Marina disse...

Não acho errado pensar assim, mas fico pensando no futuro... Sei lá, talvez você mude de idéia mais tarde. E talvez seja tarde demais.

Eu queria ter filhos... Mas não vou mentir dizendo que não morro de medo.

Abraço.

Atre disse...

NOSSA...agora DESCOBRI porque tanta gente tem filho e diz FOI SEM QUERER...ou NÃO FOI PLANEJADO.

Claro...SE pensassem ou planejassem, como tu fez, NÃO TERIAM.......rs

mas AS VEZES é quase um sacrilégio mesmo ser a MULHER que NÃO quer parir.

Ter filhos não é uma idéia que me atraia...ACHO que perdi a paciência com os filhos dos outros nos meus dias de baby sitter...

AINDA adoooooooro crianças...principalente as pequenas...mas SÓ com a garantia de que quando encherem o saco (porque mesmos as crianças mais fofas enchem) eu possa devolver pros pais.

Do contrário...NÃO, OBRIGADA.

;)

G. Missali disse...

Cruela,

Interessante o comentário que vc. registrou no meu blog. Agradeço!

Olha, desconhecia a tal lenda urbana do "homem multi-dedos" da Coca Cola.

Confira lá minha observação sobre "salsichas" =P

Até!

http://comidaescrita.blogspot.com

Cadinho RoCo disse...

Ter filhos é antes uma opção. Só não sei porque implicam tanto com quem opta por não tê-los.
Cadinho RoCo

disse...

kkkkk, assinado
sou mae, sei o que é ser isso, Amo sem limites meu filho, mas uma vez q és mae, filha, sua vida não é mais a "SUA",vc tem seu coração bantendo dentro do outro ser, tendeu?

bjossssss

disse...

Tá vendo lecha véia e herege? quem manda nao gostar de homem, gostar de criancinha à pururuca, beber até cair, fumar e ainda gostar do Wando?
Vai descer sem escala pro inferno e ficar lá ardendo eternamente. Preciso rever meus conceitos com você.
Falar nisto, aparece, quero te contar uma coisa. hauauhaaa.

Flôr de Azeviche disse...

Meia hora? Acho que é muito rsrs, dez minutos, não sou nenhum pouco fã de criança, até já meio que briguei com a minha namorada por causa desses. E claro, se não gosto, estou com você, me encaixo no grupo das que não querem ter filhos. kkkk
Beijoos

Filhão disse...

É por isso que vcs me adotaram né? Já vim pronto, e grandinho...rsrs...só precisou gastar algumas fazendasnos meus estudos...rsrs...

Mais agora falando sério, concordo com seu post,vejo que eu tb não teria de paciência... por isso me contento com meus sobrinhos,pois posso devolve-los no fim do dia..rsrs...

bjs...

Ocorrências cotidianas... disse...

parece que vc estava dentro de mim qdo postou isso...é exatamente assim que mesinto em relaçao a ter filhos. lance complicaaaaado! e de complicaçao nao sou muito chegada nao
:*

Anna Oh! disse...

Concordooo! Outro dia meu digníssimo me olhou espantado pq eu disse q não sabia se queria ter filhos. Não seeeei, oras! Pode acontecer tantas coisas.... e eu, no auge das minhas vinte primaveras não quero nem cogitar a hipótese. Não tenho a obrigação de querer parir, ter todas aquelas mutações, ser mãe amorosa e blá blá blá. Posso querer adotar, se tiver condições financeiras e, principalmente, disponibilidade emocional.
No mais, mal minha vida eu defini, imagina a de outra pessoa.

Ótimo post! Direto e sensato, pq não há uma "natureza feminina" que nos faça desejar um bebê mais q tudo. Não meeesmo!

Bjus

Ella disse...

Eu concordo com os seus argumentos em relação à sociedade que ainda muito machista, acredita que mulher para ser feliz tem de ser mãe.
Acho que na vida tem tempo para tudo, tempo de liberdade, tempo de estudar, de brincar, de transar, de aprontar, de beber e bla bla bla; Mas algumas pessoas (e este deve ser o seu caso) encontram um tempo na vida de onde não querem mais sair e acho que é daí que nasce o "estilo de vida". Você acaba se moldando às coisas que gosta, e adaptando toda a sua vida para simplesmente ser feliz e satisfazer suas próprias vontades.
No entanto Cruela, no fim da postagem você citou o dinheiro como motivo para quem sabe, ter um filho. E foi neste momento que você me pegou.....ser mãe é gostar, é ter desejo de ficar com barrigão, de amamentar, é educar, brincar, participar ativamente da vida da pessoinha que você colocou no mundo, e não ter dinheiro para substituir você dia-a-dia na criação de seu filho. Portanto diante de tudo o que foi citado no post cheguei à conclusão de que, mesmo que voc~e tivesse todo o dinheiro do mundo vcê não teria um filho...com certeza gastaria seu dinheiro com coisas que a fazem feliz. Eu não a recrimino por isso, pois acho que cada um tem de aprender a ser feliz nessa vida e seguir seu rumo para tal. Mas tente entender também que, algumas mulheres SONHAM com isso, com a maternidade, com gerar um bebê dentro de si, com perpetuar-se através de um ser que aprenderá quase tudo com ela, existem sonhos dos mais variados modos, portanto por favor não duvide quando uma mulher diz que ela sonha em sre mãe, nem todo mundo tem o seu jeito de ser feliz~.
Abçs d'Ella

Mari disse...

Realmente, acho que mais gente deveria pensar que nem vc. Afinal, a superpopulação tá aí, e muita gente tem filho simplesmente "pq tem que ter". Pq casou, pq a sociedade espera isso, pq pai e mãe enchem o saco... affff

Todo mundo tem que ter o direito de não querer filhos!!! E o mundo vai ser um lugar melhor e menos povoado quando isso for aceito!

(ps: mas eu quero ter um dia!! hehehe)

Tathy Calza disse...

Adorei o seu texto, e li o texto sobre isso que a Dama de cinzas escreveu no blog dela tbem.
Concordo plenamente com vc, sobre a ideia de ter filhos e nao tenho a minima vontade de te-los.
Casei a poucos meses, e todos q conheço me perguntam qdo vou engravidar, já cansei de dizer que nao quero ter filhos, até já arranjei um caozinho que alias eu adoro, ultimamente qdo alguem me pergunta qdo vou arranjar nenem, digo q deixei na mao de Deus ( e na mao do meu DIU claro!!!), pq cansei de ter q dar explicações pra cada ser da minha cidade que me conhece.

E o pior é akele ser q qdo vc diz "não quero ter filhos", eles respondem "Ah, mas é pq vc casou agora, futuramente vc vai ver, vai se sentir sozinha, só o marido cansa, enjoa"... Pelo amor né, gente?
Se o marido enjoar é so largar, né? Como se filho fosse resposta pra tudo.

Bjs, e parabéns, leio seu blog todos os dias, mas é a primeira vez q comento.

Tathy

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

Ola Ella,

Adorei seu comentário, na medida. Obrigada.

Mas em nenhum momento eu disse que as mulheres que querem ter filhos estão erradas. Só disse que filho é uma opção, você escolhe ter ou não.

Respeito quem nasceu com o dom da maternidade e também respeito quem não nasceu.

O que eu disse é que o fato de ser fêmea não te inclui automaticamente na lista das que devem ser mães.

Como disse afrodite, ser mãe é uma questão de vocação e eu vou mais além. Ser mãe é uma questão de dedicação, porque como disse a Nê, a sua vida não é mais sua... agora seu coração bate em outro peito.

No post eu não escondi que uma das minhas razões é a falta de grana, filho requer planejamento. E a grana facilita muito as coisas.

Obrigada pela visita e me espere que logo logo apareço por aí.

beijos

Anne disse...

pois éh!
maldita hora que alguem acreditou que mulher só veio ao mundo para trabelhar feito camelo, ganhar beeeem menos q os homens e ainda ser obrigada a parir feito uma vaca....que só coloca teus rebentos no mundo e depois finge q nada aconteceu.
Não somos maquinas....CHEGA de pensarmos assim.
Filhos?
quem sabe um dia...mas sem obrigações.
Adorei o post.
www.pecadoenaoamar.blogspot.com

Anne disse...

pois éh!
maldita hora que alguem acreditou que mulher só veio ao mundo para trabelhar feito camelo, ganhar beeeem menos q os homens e ainda ser obrigada a parir feito uma vaca....que só coloca teus rebentos no mundo e depois finge q nada aconteceu.
Não somos maquinas....CHEGA de pensarmos assim.
Filhos?
quem sabe um dia...mas sem obrigações.
Adorei o post.
www.pecadoenaoamar.blogspot.com

Marie disse...

Adorei!
concordo plenamente! eu tenho vontade sim de ter, mas de adotar, e quando digo que não sinto nenhuma vontade de engravidar a maioria das pessoas me pergunta como eu vou me sentir "realizada plenamente", ninguem merece... não tenho obrigação de querer ficar gravida...
ta mais do que apoiada!

Leilah disse...

Acho q o problema Cruela, é q as pessoas confundem as bolas, o fato de uma mulher não querer ter filhos não significa q ela odeie crianças. O fato de sermos mulher não significa implicitamente que temos q gerar e parir uma criança...essa visão é ultrapassada demais!
Adorei seu blog e este texto em particular!
Bjo!
Leilah (do Rainhas)

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

Oi Leilah,

Pois é, esse é o ponto. Quando alguém diz que não quer, ela simplesmente não quer.

Hoje na minha vida não cabe um filho... o que não quer dizer que vou exterminar todas as crianças do mundo... eu gosto de crianças, mas: dos outros, por meia hora e dormindo.

que mal há nisso?

Minha irmã apoia minha escolha porque assim ela tem a certeza que vou gastar todo meu dinheiro com o filho dela.
kkkkkkkkkkk

Outra coisa, vamos infernizar a vida da Faby pra ela fazer outros encontros.

beijos

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

Filhão?

Na verdade verdadeira, a sua adoção foi idéia da Persona...

Aí quando te vi, miudinho, mirradinho, cabeçudinho... tive dó.

Mas meu problema não é só parir... o problema é criar.

kkkkkkkkkkk

beijos

Thiago da Hora Souza disse...

A Sol também não me convidou. ¬¬

Re disse...

Pensava igual vc... mas ando mudando de idéia e nem ganhei na mega sena.... rs
beijos
Re

Paulinha disse...

Também sou do "movimento das mulheres que não querem ser mães". Além disso, sou super a favor do controle de natalidade: depois de um número X de filhos (na minha opinião no máximo 3), laqueadura na mulher e vasectomia no homem. Sim, pq tem muito homem safado por aí que vai fazer filho em outra. O mundo já tem gente demais, pombas!!!

Mudando completamente de assunto, é a primeira vez que visito o seu blog e adorei! Com certeza visitarei mais vezes.

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

Tathy,

concordo com vc... se enjoar do marido larga ele pombas.

kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Loira e Morena disse...

Ah a senhorita q esta desenformada...rs
Eu a Loira sou quem mais atualiza o blog viu!!!...rs

Beijocas da Loira

Duuh!. disse...

Adorrei o blog.
adoreei o post. =D.

agora sobre ser mãe quem sabe um dia, tenho 15 anos, não posso ficar pensando nisso. =p.

shauahsa.

beeijo

Safa e Fada disse...

Por isso que sou madrinha!
e penso em continuar sendo só madrinha!

mas ai me pego olhando e babando meu afilhadinho, ficando triste qdo ele vai embora, feliz em axar os brinquedos espalhados pela casa... e penso "será q eu kero ser mãe?"

rapidamente respodo mentalmete "não"... mas quem sabe...

bjoo
*safa*

Celine disse...

kkkkkkkkkkkkkkkk

Concordo com vc. Vamos por ordens: primeiro mega sena
depois menino.
hahahaha

Bell Bastos disse...

Pela primeira vez em toda a minha história com blogs...
Concordo com tudo, sem tirar nem por.

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

OLá Paulinha

O controle de natalidade não seria necessário se houve maternidade com responsabilidade.

Mas hoje, filho virou salário... bolsa escola, bolsa leite... bolsa LV e por aí vai.

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

Ola Safaada, rs

eu ainda não sou tia nem madrinha, mas acho mas confortável, vai que chora né?

Comentarista Abalizado disse...

A senhorita bem pode não gostar da idéia da maternidade, e é bem possível que tenha toda a razão em se colocar desta maneira.

Mas, o mundo perderá muito se esta terra fértil não frutificar. Afinal, quantas são as mães dos dias de hoje que são tão capazes de pensamentos tão lúcidos quanto os seus?

Uma mulher assim contribuiria muito com o mundo sendo mãe... aliás, deveria ser mãe de uns 10 logo de uma vez, para criar uma multidão de criaturas críticas e capazes de pensar.

Injustiça com o mundo é a quantidade gigantesca de bestas quadradas que se colocam a parir... e, pior, a "educar" seres humanos.

Deveria ser proibido às muito burras terem filhos... e obrigatória a concepção pelas brilhantes.

Drunken Alina disse...

Ah, finalmente, alguém que pensa como eu!!
Toda vez que falo que não quero ter filhos, todos ficam chocados!!!
E sinceramente, acho q só serei mãe se fôr por acidente.
É tanta tragédia acontecendo por aí, que eu ficaria apavorada de ter uma criatura totalmente amada circulando solta á mercê do mundo.
Não quero ser desesperada e amar demais, não mesmo.

O bar que eu fui é o Boteco São Bento, conhece?

Beijoossss!!

Aline disse...

Né? Quando vi uma mãe tentando fazer uma criança comer, essa idéia saiu da minha cabeça imediatamente. Mano, não quer comer não come... eu vou ter que ficar insistindo... ah, por favor!
Cada uma...

Bruna disse...

Olha, meu sonho é ter muiiitos filhos..
não sei..
parece que Deus disse...
DESSE E SEJA MÃE!!!

amo a idéia de ter uma barriga crescendo...

não sei...
fantasia idiota de mulher mesmo!

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

buuh, melhor não pensar mesmo,
senão sua mãe vai vir aqui me descascar. e eu não tenho nada com isso.

******************************

Então Aline, o pior é falar pra comer almeirão porque é gostoso... aff.

*********************************

Bruna

deus disse: "desse e tenha filhos"
medo medo muito medo das coisas que podem descer né?

Drêycka disse...

/Hum... vc tem qtos anos? Dependendo da sua idade, essa sua concepção pode ser momentânea. Mas dependendo da sua idade ela pode ser totalmente permanente. kkkk

Digamos que eu não veria razão da minha existência, se quando eu morresse não deixasse por aqui minha semente. Meu sangue. Sabe como é?

Fazer brotar vida. Isso é uma dádiva que só nós mulheres temos. E eu acho que não me consagraria realmente mulher se não escrevesse um livro, plantasse uma árvore e não tivesse pelo menos um pivete.

kkkkk

Mas são percepções. Concepções. Amanhã você pode se encontrar fazendo reposição hormonal por só ter percebido tarde que precisaria ter filho. Ou não. Pode baixar uma Cruela-Devil dos 101 dálmatar e só piorar essa sua aversão aos pequenos... kkkk

Vai saber!
hehehehehe


**MAS TE COMPARAR À HERODES FOI GOLPE BAIXO. COMPARAR À CRUELA DEVIL DO 101 DALMATAS EH MAIS DE LEVE... AHAHHAHAHAHA

Filhão disse...

Cruelaaaa Cruel...
Vc não é tão ruim assim... o fato de não quer ter filhos,não significa que vc é uma pessoa má... muito má....rsrs
(A senhora é Boazinha)....rsrs..

Mesmo eu sendo miudinho...mirradinho...cabeçudin..
tenho olhos verdes bonitos vai...kkkkkk...

Bjs... e até sábado...

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

Filhão, de que adianta os olhos verdes se não sabe escolher marido?

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

Olá Comentarista...

tipo assim? você mora onde mesmo?

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Catharine disse...

Optar em ter filhos ou não vai de cada um, e com as suas próprias razões. Sem essas impostas pelos outros, por que afinal de contas quem vai cuidar e ter responsabilidade sobre eles será você e não quem deu pitacos sobre você ter ou não.
Não querer tê-los não te faz uma má pessoa.

O amor e etc. disse...

Eu não quero ter filhos porque eu sou super protetor, porque eu não saberia deixar o meu filho na mão de estranhos ou parentes. Com tantos casos de estupro e abuso na televisão feito por parentes, empregadas, amigos da casa... me sinto frágil quanto a isso. Por isso eu não posso teer filhos, minha vida pararia e eu teria de me viver para a criança. Sou doente. Mas não te acho cruel por não querer ter filhos, nãio é porque você é mulher que tem a obrigação de procriar.

Thiago da Hora Souza disse...

Eu penso em ter um filhotinho um dia de minha vida. Mas isso acontecerá apenas quando eu estiver amorasa e financeiramente bem. Acho super fofa a idéia de criar um filho. Atualmente (talvez por trabalhar em uma escola) eu já até sei como NÃO criar meu futuro filho.

E eu não acredito que filhos tirem sua liberdade. As pessoas é que se limitam para dar seu tempo ao filho. Não acho que isso seja tão necessário.

Em um futuro distante então nem pensar em pedir para você ser minha barriga de aluguel, né?

Michele disse...

Ahhhhh! Qdo eu falo que não quero ter filhos, todos me criticam! Concordo com tudo o que vc disse! E a razão número 2 foi a melhor!

Bjão amoreee

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

thiago,

pagando bem... que mal tem?

kkkkkkkkk

ps. não limita não é? quero ver quem vai sacudir o menino enquanto você enche a cara nos bares da vida.c

Filhão disse...

Ahhhh..para vai.. meu marido é maravilhoso...escolhi muito nem...
vc é que tem birra do seu genro...pq ele me tirou de vcs..rsrsrs

bjs

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

Filhão?

Que birra? esqueceu que nós demos 1 ano de feira grátis pra ele casar com você?

Thiago da Hora Souza disse...

Quando eu e meu [futuro] marido precisarmos sair nosso filho ficará com amigos. Eu espero ter você como amiga quando isso acontecer...

Fezzoka Gomes disse...

Deus, eu penso igual!!

Filhos.. deixa com quem tem vocação!

eu to fora!

Mila disse...

Acho dificil lidar com essa imposição da sociedade a respeito da maternidade ...

Lisa disse...

Amei o post! É exatamente o que penso, quen tenho opção para me responsabilizar por outra pessoa ou não. Não sou responsável nem por mim mesmo...

Quando quero fazer algum programa infantil, pego a sobrinha esprestada (para disfarçar) e devolvo no final da tarde (antes que comece a chorar, hehehhee).

"Não tive filhos, não transmiti a nenhuma criatura o legado da nossa miséria."

Iza disse...

Concordo com seus argumentos pra não ter filhos. Com T-O-D-O-S. Até poderia acrescentar mais alguns. Não é apenas a poupança pra daqui há 20 anos, os danoninhos, os peitos caindo que são o problema. Se você mora num lugar quente, tem que cuidar pro pequeno não pegar ensolação. Se mora no frio, tem que cuidar pra não pegar pneumonia. E isso não é no começo, são vários anos. Tem que administrar brigas na escola. Mesmo que você esteja querendo matá-lo, ou absolvê-lo, ou que já conheça a história decor e salteado, tem que ouvir a versão da professora, da diretora, do coleguinha e dele. Isso normalmente acontece quando você programou algo fantástico pros dois fazerem, e fica pensando porque raios o pestinha tinha que decidir nocautear o outro moleque justamente hoje, prevendo que o castigo não deva incluir programas fantásticos. Tem que desenvolver a arte da paciência oriental secular, junto com a arte da repetição periódica em série. Eles são rápidos, aprendem fácil, mas insistem na idéia de que apenas a partir da 42ª vez que você fala é necessário executar a ordem dada. Por que estou dizendo isso tudo?! Porque tenho um em casa...
E ele eu tive por opção, programação e persistência. Talvez por isso eu entenda todas aquelas que não sentem o gene da maternidade. Mesmo. De verdade. Vejo que, como todo o resto, é uma questão de escolha. E fora essa idéia de que "tudo o que você faz sem filhos, você faz com filhos"... Parabéns pelo post!!

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

Iza,

Adorei seu comentário... quase chorei de rir...

as pessoas não entendem coisas simples... querer ou não.

Voc~e quis e é super feliz com ele, tenho certeza.

beijos

Daliana Antonio disse...

compartilho de todas essas letrinhas! rs

copiado texto do seu blog!

valeu a pena!

» Nøélya « disse...

Que postagem maneiraaaa...
Adorei... embora eu pense em ter um filho, mais isso é daqui para três ou quatro anos (talvez cinco ou seis)...
Até lá! Até esse dia não chegar,não quero ninguém dizendo que tenho que ter um filho logo, porque vou ficar velha, e blá,blá,blá...
VOu primeiro curtir minha vida... depois quando tiver no tempo que eu programei, até lá também espero que mihna situação financeira tenha mudado...
Se ão, nada de filho...


Parabéns!!!

Duda disse...

Oi Cruela!

Não havia lido ainda seu post, mas é basicamente o que eu penso, ser mãe tem toda uma magia, mas eu não tenho a mínima vocação pra tal. O que obviamente, não tira o mérito dessas guerreiras que passam por tantos momentos difíceis pra nos oferecer o melhor. Então é o que eu digo, crianças são lindas, mas eu admiro nos outros! rs
Beijos!

Mallika disse...

Oh, Cruela, maravilhooooso esse post. Concordo com praticamente todo ele, menos na parte da grana. Acho que se ganhasse na loteria eu abria uma fundação para idosos e crianças.
Mas acredito que continuaria não querendo explicar para o meu filho porque tem crianças pedindo dinheiro nas ruas… Por enquanto, isso é demais pra mim!

Xêro!

Fernanda disse...

Vixi, to nesse grupo também...

Não quero ser mãe pq:
1- Adoro minha liberdade...
2- Não tenho menor jeito com crianças...
3- Não tenho saco pra pirraça de crianças...
4- Sou uma pessoa inconstante...

e vários outros motivos...