sexta-feira, janeiro 16, 2009

DEUS É PAI... E NÃO PADRASTO.

As vezes, quando alguma coisa boa acontece - normalmente depois de uma ruim, as pessoas dizem "deus é pai e não padrasto"... creio que a tradução dessa expressão seja algo do tipo "coisas boas também acontecem..." E hoje vou ter a prova disso tudo, logo eu que sou atéia - graças a deus. Porque hoje, somente hoje, depois de 2 longas semanas vai terminar a minissérie mais chata da tv. A Rede Globo mais uma vez provou que valemos o quanto pesamos... se a Maysa fosse a minha mãe - o que é impossível, já que quando ela morreu minha mãe ainda era mocinha. Bem, hipoteticamente falando, se a Maysa fosse a minha mãe, nunca que iriam fazer uma minissérie sobre ela, não mesmo. Porém, toda via, de fato, ela é mãe do Jaiminho que é um Matarazzo, que é diretor, que tem berço e influência... vocês podem discordar de mim (o que na verdade todos vão fazer), mas, essa novelinha é um pé no saco. Quem tolera essa Maysa? Muito auto-confiante (como escreve isso depois da correção ortográfica?), muito chatinha, muito dona da verdade, muito destemida, muito fatal e o pior de tudo. Muito muito muito muito filosófica. Aff! não aguento nem ouvir a voz da criatura dando lições de vida para deus e o povo. Sem contar, que acho que muitas outras cantoras são muito mais influêntes do que ela. O povo tem que parar com essa mania de endeusar quem já morreu. Se a morte for trágica então... aff, vira filme. Daqui a pouco alguém vai ter a infeliz ideia de contar em 12 longos capítulos a história dos Mamonas Assassinas. Tudo isso é pra dizer que não gosto nem um pingo dessa Maysa fake que criaram para a tv. Continuo apreciando e cortando meus pulsos ouvindo meu cd. O mais é resto.

61 comentários:

JúNiOr_DeSeNhO disse...

É, eu discordo de vc, pois gostei da série, quer dizer... As partes que eu assisti.

É, eu concordo com vc com todo o resto... Só foi feita pq o filho dela é quem é. E as pessoas idolatram o que vêem na televisão.

Assiti como uma visão (tipo artística cof cof), mas o resto é resto...

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

fim.
maysa ja morreu

Da Silva disse...

O Tom Jobim dizia que brasileiro não gosta do que dá certo. Como exemplo, elr comparava o Pelé e o Garrincha.

O Garrincha, por ter morrido pobre e fudido sempre foi mais amado pelo povão do q o Pelé.

Talvez a Maysa dê tanto ibope exatamente pelo fim trágico...

Bjs

felippe-freitas disse...

Realmente a globo tenta nos fazer engolir seus enlatados que cheiram a póstumidade, já nascem póstumos assim que são feitos os seus roteiros.Contem a história de Carlos prestes ou personagens que mudaram a história desse pais, mas não convém!

conversaatrevida disse...

Quem tolera essa Maysa? Muito auto-confiante (como escreve isso depois da correção ortográfica?), muito chatinha, muito dona da verdade, muito destemida, muito fatal e o pior de tudo. Muito muito muito muito filosófica. Aff! não aguento nem ouvir a voz da criatura dando lições de vida para deus e o povo...

AINDA bem que vc colocou o nome da dita cuja aí...
Olha que se não tivesse tinha gente que podia achar que vc estava falando de OUTRA pessoa viu May...OPS...Cruela.

(aliás, vamos ser JUSTOS. Quantas de nós poderiam ter o nome ali, antecedendo esse descrição?
Muuuuuuuuuuuuuuuuuuitas...NO MÍNIMO!....rs)

Ah...e eu confesso que NÃO sei como fica DEPOIS da mudança ortográfica não...O homem dos meus sonhos ultimamente tem sido um REVISOR!
E se for parecido com Malvino Salvador eu NEM acho ruim.

Atrê

Thiago da Hora Souza disse...

Sempre que a TV Globo inventa essas miniséries, séries e o caralho a quatro que envolve amores e sexo eu não me dou o trabaho de assistir. Não passam de novelas com menos capítulos. E, pelo que li na Folha de São Paulo, ainda tiveram a cara-de-pau de mudar completamente a história da mulher. Ou seja, acharam a vida dela tão insignificante que se viram no direito de mudar tudo para agradar o povão. Antes não tivesse feito...

Re disse...

Pronto. Mais post pra pra séria série descendo pro inferno sem escala. kkkkkkkkkkk;

Dama de Cinzas disse...

Pois eu amei a série! Me senti igual a ela em vários, pra não dizer em quase todos os momentos... O que siginifica que pra vc eu devo ser uma tremenda mala... ahahah... Só a relação dela com o filho que não gostei...

Já estou baixando a série pra ter em DVD! Quero vê-la e revê-la mil vezes!

Beijocas

Fernanda Pereira disse...

Eu gostei...rs=/
Apesar de ter oerdido o ultimo capítulo pra ficar namorando...hahahahaha

O fato é que como sempre cantei na noite, sempre gostei de saber a vida daqueles de quem eu cantava músicas, e de tudo o que eu já sabia a história bate. Maysa, assim como boa parte dos músicos daquela época eram exatamente daquele jeito. Viscerais, donos da verdade e tantas vezes insuportáveis.Fizeram uma minissérie pra ela assim como fizeram pra uma porrada de outros artistas de idos tempos, assim como tbem fizeram uma pra JK.

Mas...gosto é gosto...ahahahahah

Beijos

PS: tenho um manual bem prático com as novas regras bem explicadinhas, se quiser cópia me manda um e-mail...

Lara Monteiro disse...

Adorei.
Não assisti Maysa, mas seu post me arrancou boas risadas!

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

Rê?
vamos combinar...

chato demais da conta.

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

Dama e Fernanda,

eu gosto da Maysa, a cantora que canta aqui em casa regada a muito vinho.

Mas duvido muito que ela tenha sido tão chata quanto colocaram na minissérie.

Duvido mesmo.

Como eu disse, da Maysa eu gosto, da minissérie não mesmo.

Flôr de Azeviche disse...

Faz tempo que eu nao apareço por aqui, enfim, tava com saudades rsrs. Volto hoje e voltarei como antes rsrsrs...

Beijoos

Mr. J. / Mr. D. disse...

Ahhh,... entendi, os Mamonas serão os próximos a terem seriado...

Vou comprar os dvds e te enviar tudo depois.

[/malvado mode off]

Beijo!

Anne disse...

Bah! Não tenho como dizer que Maysa foi péssima, ou simplesmente ótima.....busco olhar no cunho histórico...o peso que ela teve para a música popular brasileira...de qq forma é vazio demais simplesmente dizer ODIEI essa minisserie....existe história por tras de cada cena...independente de ser Matarazzo ou da Silva Pereira...
Busquei olhar pelas lentes históricas em relção à musica (q particularmente não vivo sem ) do q simplesmente pelo sobrenome....e pela imagem porra loka q foi Maysa na vida real.

Just a Boy disse...

Meu Deus, faz um update e tira essa ideia de fazer uma mini serie dos mamonas antes que um produtor global leia isso aqui e pegue a ideia sem nem te pagar royaltis...
uhauahuaha

ah, eu nao achei a maysa tao ruim
acho digno vc ir num buteco de helicoptero por exemplo, olha que lushu, puder e gramour

pense bem, pior q maysa, so a maisa, a menininha do sbt
uhauahuah
bjo

Bell Bastos disse...

Eu gostei da mini-série, gostei muito.

E eu adooro o Mamonas-Assassinas, idependente da história deles.

Cada um tem o seu gosto.

Anônimo disse...

O mais é resto...
(conversaatrevida), comentário pertinente...a May...cruela é isto aí e um pouquinho mais...eu conheço a pseudo intelectual desejosa de ser fodinha...kkk....
vc mandou bem, muito bem, vc realmente e uma conversaatrevida de primeira!!!

Teco disse...

...

Eu morria de medo dos olhos...

medo!

Bruna disse...

Bah, infelizmente tenho que discorr em partes de ti...

acho ela tudo que você disse, mas eu gostei muito e muito da mini série...

e eu daria tudo pra ver uma dos mamonas.!!!

mas é um sonho distante!!

mas respeito a tua opinião!!!

grande abraço

vida cotidiana disse...

Concordo com você, não consegui ver porque fiquei deprimida de ver a história de uma mulher que só pensou nela e pior sofria com isso, sei lá. Não gostei, bjs

Drão disse...

ahh gente..foi divulgado pra todos que a minissérie era biografia misturada com ficção. E história pra ser legal tem que ter personagens fortes, chatos, pitizentos...etc.
Que graça teria uma minissérie sobre a história da Angélica??? Ou do casal Angélica e Luciano Hulk? O que eles fazem de errado??
E que graça teria uma com a história do Ulisses Guimarães, uma das grande figuras históricas do país? Aliás, a parte do acidente de helicóptero até que poderia ficar legal. :)

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

Olá Drão.

Concordo com você. Mas poderiam contar a história dela (que do meu ponto de vista continua sem merecer) de uma forma menos chata.

Afrodite disse...

Eu nem vi esse pé no saco,sabe?
E mesmo sem ver concordo com vc!!!!
Depois passa lá que tenho um selo que ofereci ao seu blog, tá?
Ando sumida mas, sempre que posso passo pra dar uma lida aqui!
Beijos pra vc Cruela e na Persona também!

Fernanda Cozendey disse...

tudo bem que só porque ela era a mãe do Jaime, tal. mas eu ouço

coizinha disse...

odiei a minissérie assim como essa merda de reforma ortografica...

eles poderiam fazer doze capitulos pra tentar explica-la, isso sim seria mais proveitoso [apesar de nao da audiencia ¬¬]

mas entao, porque vira e mexe o nome dos mamonas aparece por aqui?!

nao sei nao sei...
oO

Mutante disse...

a não, mamonas assassinas nãooooo!!!
sobre a Maysa, com certeza o filho dela tá faturando horrores em alguma parceria com a globo afinal devem estar vendendo cds e coisinhas a rodo...

Naty Dezoti disse...

Eu pegava a atriz que faz a Maysa.
Ô se pegava!

Anônimo disse...

Como disse mamãe, ela foi super fã da Maysa, até a estreia da minisserie...depois, ela tomou birra e com razao! Vamos concordar, a Maysa do Manoel Carlos era chata pra krai!!!

E por isso mesmo, espero que a Globo nao faça o mesmo dos Mamonas...kkkkkk

Bjos nas 3, um bem babado na Filo!
Marininha

Celi disse...

A Maysa devia ser chata mesmo. Imagina, o próprio filho dirigindo uma série biográfica (e olha que ele deve ter diminuído muuuuito). Basta ler as letras das músicas dela (um saco). Mas uma grande estrela. Fato. Já já devem fazer o seriado da Elis (já estão pedindo autorização à Maria Rita, mas ela tá com medo de traumatizar o filhinho). Elis, diga-se, outra chata de galocha.... Pq essas cantoras maravilhosas são tão chatas?
Gente, o que são mamonas assassinas? já defasou isso. Parem de comentar aqui, senão começam a achar que eles realmente contribuíram para a música brasileira com um disco sobre o sabão crá crá....

Shauna disse...

Essa minissérie (olha a reforma) nao acrescentou nada.
não teve nada que se pudesse dizer: oohhhh essa mulher fez todos esses barracos?
todo mundo sabia e foi apresentado na minichata de forma muito tacanha.
maysinha chata que arrumaram viu!!!!!
voz chata (que quando dublava a original ficava ridículo).

por isso é que eu digo. nada como a original.

Ainda bem que não vão inventar gravar mamonas né!!!! senão eu corto os pulsos escutando maysa (a original, é claro)
bju

Shauna disse...

Hahahahhaa
Boa Celi.
É um assunto morto e enterrado (literalmente) para o bem da humaninade.

Voce disse uma grande verdade. por que as grandes estrelas não podem ser pessoas bacanérrimas????????????
bjo pra vc.

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

Celi.

E como andam as coisas por aí... mês que vem vou dar uma pinta aí na terra das alterosas.

Seguinte, já teve um troço sobre Elis... a maria rita até apareceu.

Agora, sobre os mamonas (assassinas musicais)- hehe. Eu tento parar de falar, mas todo dia eu recebo um email ou um comentário (lá no post deles)... com alguém me xingando.

Como diz regina, estou carimbando meu passaporte para o inferno. Só pode.

Rafael Velasquez disse...

não era para postar hoje... fiz besteira.

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

rafael:

??????????????w

natália disse...

Bom, eu conhecia poucas músicas da Maysa (e continuo a conhecer poucas), consegui assistir três capítulos e vi um pedaço do último.
A qualidade da série (fora a dublagem) é inegável, mas a chatice da Mayse é intolerável. Ô mulherzinha insuportável, viu?

Li que a Maysa da Larissa Maciel foi inteiramente construída encima dos diários da chatonilda. Então, deduzo que, em qualquer época, a única coisa que se aproveita na criatura é a voz, porque de resto...

vai ser chata assim lá na casa do $%&$#.

Comentarista Abalizado disse...

Ah, mas a atriz tem seu valor.
Bem interessante aquela mocinha.

Pode não ser a melhor atriz do mundo, nem ter recebido o melhor personagem de todos os tempos... mas, ainda assim, me servia.

Re disse...

Olha lecha,
eu acho mesmo que o Monjardim vingou a mãe. Ela sacaneou o dentuçinho demais. Ai o bichinho cresceu e fez esta minisserie destruindo a Maysa.
simples assim.

Renata Brant disse...

Eu não sei o que é pior: a minissérie Maysa ou uma proxima novela da Gloria Perez com os mesmos atores e temas enormes que até a própria Gloria se perde no que escreve..

Aqui no Rio por causa da moda da minisseria a onda agora é a gíria "Maysar".. ou seja.. beber até cair.. infiar o pé na jaca literalmente!!!

hehehehehe

pelo menos o pova tá tirando algo criativo e engraçado da minissérie!

Bjao a todos!

Drão disse...

hahahaha maysar é óóootemo...por isso que adoro os cariocas...:)

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

LISBOA = PORTUGAL

Olá Cruela Cruel (???)

Aterrei aqui de para quedas – e gostei. Bom blogue, sim senhores, o teu. Interessante, bem arrumado, bem escrito. Se quiseres saber quem eu sou, visita o meu blogue, sff. Tudo o que lá está a meu respeito é a pu…ra verdadíssima. Hahahaha! Entretanto, se quiseres, atenta cuidadosamente no que está a… seguir. Obrigadérrimo

SEGUIDORE(A)S PRECISAM-SE

Inscreve-te como seguidor(a) do meu blogue – e serás muito feliz. Não pagas nada. Nem taxa de inscrição nem quaisquer quotas. Muito menos IRS ou IMI. Tens a tua (belíssima) foto e o teu blogue ali anunciado. Fazes novo(a)s Amigo(a)s. E passas a receber mensagens de muita gente e de muitos Países. E eu entrarei no Guiness das Listas de Seguidores. É tudo benefício. E… sem truques. Bué da fixe!!!!! Verás que não te arrependes… Eu pago-te na mesmíssima moeda, juro pela minha virgindade (1941/09/20).

O meu blogue:
www.aminhatravessadoferreira.blogspot.com

O meu imeile ou imilio (primorosas criações cá do rapaz):
hantferreira@gmail.com
Espero por ti

Podes escrever em Português, Español, English, Français ou Italiano, keu falo e escrevo. E até uns bitaites de Deutsch que compreendo bem e escrevo umas coisas, bem como umas pouquíssimas frases de Roman.

ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃO:

Se alguém dentre os destinatários já foi convidado ou se já se inscreveu, mil perdões. E todos os que costumam visitar este teu blogue também o podem (e devem…) fazer. Ahahahah

++++++++++++++++

Este é um texto tipo. Com algumas alterações, obviamente. De outra forma, não conseguiria chegar a todos. Peço-vos que compreendam e me desculpem. Não tenho (ainda) o dom da ubiquidade…

Qjs ou Abs – conforme a/o destinatária/o

disse...

Então não te contaram????
Essa minisserie feita pelo filho dela que foi abandonado num internato da Espanha foi apenas Vingança. Foi para ele ganhar um pouco mais de dinheiro com o nome dela e acabar de queimar o filme dela de vez...
O mulher insuportavel (e eu assisti tudinho, foi meu primeiro castigo do ano)

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

Comentarista.

E aposto que você não cobra nada né?

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


****************************************

Renata

Gostei do Maysar.

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

Gente do céu.

O que seria de mim sem vocês?

Vocês mataram a charada, dizer que o Jaiminho vingou a mãe foi ótimo.

Porque não pensei nisso antes?

adorei

Rodrigo Vieira Ribeiro disse...

Gostei do Post e do Blog, Quanto à chatice da Maysa... por acaso algum filho acha mãe famosa interessante?

Ela devia ser um saco mesmo para o filhote! Se ele fez justiça ou não já não consigo aprofundar no tema...

Eu não gostei da série, não gosto destas pasteurizações da TV brasileira mas fiquei impressionado com uma coisa: a atriz era MUUUIIIIITOOOO parecida com a Maysa!!!

Digo mais... era os cornos dela!

Dos mamonas eles não vão fazer não... mas espera que sobre o Bussunda deve sair alguma coisa...
:-)

Celi disse...

Cruela,
O que fizeram da Elis foi aquele "por toda minha vida". Um especialzinho meio teatro e meio documentário (inclusive amei o de Nara Leão)... Mas querem fazer mesmo é minissérie (e com mais de 9 capítulos)...
E se maysar é beber até cair, o que será elisar?????? (prefiro não comentar).

Ah, e por aqui, tudo nas mesmas... cidade vazia (o povo todo em guarapari, rs). Estive em Jords e topei com sua mader adivinha onde? (na lan house, claro), pq agora em Jords tem mais lan house do que igreja evangélica (sem querer fazer trocadilho com o telhado da igreja renascer). beijomeliga.

l u a * disse...

(depois da reformas? escreve-se "altto-conphyanttis". vai por mim.)

l u a * disse...

(depois da reformas? escreve-se "altto-conphyanttis". vai por mim.)

Drunken Alina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Drunken Alina disse...

Eu achei bem monótono.
Achei que ia ser doideira pura,mas foi chato.
Prefiro a Amy Winehouse!

E achei a Maysa muito traíra pro meu gosto!!!

Amanda Gonçalves disse...

Adorei a série. Mas o sussurrar da voz da atriz também estava me irritando.

Davi Arloy disse...

Eu não assisti porque não tenho paciencia pra globo mas ... Prefiro a Amy Winehouse! [2]

Docinho disse...

primeira vez que venho no teu blog
e gostei muito dele

concordo com vc
essa Maysa que criaram
é diferente da real..meu avo conheceu ela e me contou que alem de barraqueira ela era quase uma prostituta

e como é o filho que está fazendo ele não quis fazer como ela realmente é

faz parte


bjinhos docinhos

Filhão disse...

Epa...
Dizer que a Maysa da
(Minissérie)era chata pracarai concordo pelnamente,ela era safadinha gostava de pegar vários caras quanto a isso td bem, mais dizer que ela era quase uma Prostituta já é um abuso...
Continuo gostando das músicas da Maysa, E como diz a Cruela, aquela que toca no Cd aqui de casa, é a Maysa que gosto,e ponto.
Ela já morreu,ficar dizendo o que ela era ou deixou de ser não vai mudar nada na vida de ninguém.

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

Filhão?
o que vc bebeu na praia que voltou toda revoltada?

Filhão disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Tô revoltada não

Lu Fuoco disse...

Cruela, eu ia dizer, mas muita gente já disse, então, fica sem graça repetir (sim, o filho quis se vingar e conseguiu. duvido que ela tenha sido da forma como mostraram).
Então, vou dize outra coisa: vim aqui através do teu comentário no Miojo e adorei, muito! Já estou te linkando no meu blog.
Aliás, se quiser dar uma passadinha por lá não vou achar ruim, não.
Beijo e parabéns!

Escriba Eventual disse...

Achei muito chata a Maysa da minisérie. Ví uns três capítulos e desisti...
O pessoal tá dizendo que o Filho dela quis se vingar e a revista veja teve a capacidade de fazer uma entrevista com ele e dizer lá na introdução que ele quis, através da minissérie, fazer a mãe dele demonstrar que mesmo o abandonando o amava. Por isso que tinha uma série de partes que ela dizia que amava o filho, que era uma boa mãe etc etc etc. Ninguém merece...

GaB. disse...

Eu tbm acho que ela é tudo isso que tu falou e mais um pouco, mas mesmo assim gostei da mini série, pude ver como o comportamento dela afetou tanta gente, principalmente o Jaime..
enfim.

(:

beeejo

GaB. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Eu gostei bastante, exceto o desprezo que ela teve pelo filho Jayme, coitado...no resto era uma mulher forte, destemida, fazia o que dava na telha mesmo que as convenções da época não permitissem. É minha opinião. MÁRCIA/BSB