segunda-feira, novembro 22, 2010

E OS AMIGOS???

Os amigos não estavam lá por ele


O país inteiro está chocado após a divulgação das imagens da câmera de segurança que captou o momento exato da agressão contra um jovem gay ocorrida na Avenida Paulista no último dia 15, praticada por outros também jovens com clara falta de ocupação, pais omissos e fortes tendências à homossexualidade enrustida (me desculpem, mas todos aqueles que optam pela agressão a homossexuais de forma gratuita tem SIM um pezinho no lado GLS, mas que teimam em esconder).
As cenas são realmente aterradoras e revoltantes, mas outra coisa chamou minha atenção, e que para mim é igualmente revoltante: a insensibilidade dos dois amigos que acompanhavam o jovem agredido covardemente. Vendo o amigo ser espancado, eles apenas continuam andando, ignorando o amigo que precisava de socorro. E no vídeo vemos eles parando e observando, como se o que estava acontecendo fosse algo corriqueiro, sem qualquer gravidade. Lá parados pareciam estar pensando "Não é com a gente mesmo... Quando terminarem, arrastamos o corpo para o metrô". Nem ao menos esboçam preocupação em buscar ajuda, ligar para a polícia, ou até mesmo partir para a briga em defesa do pobre coitado. Simplesmente ignoraram o fato de que eles também poderiam ter sido escolhidos pelos agressores, e que se isso acontecesse, eles torceriam para que seus amigos os ajudassem.
Por mais que o momento fosse de total perplexidade e espanto com a agressão gratuita, o mínimo que se espera seja o apoio dos amigos em situações adversas. Afinal, amigos são aqueles que estarão sempre ao seu lado, não importa o quão grave seja o momento. E naquelas imagens o que vi foram dois covardes que são tão culpados quanto os agressores. Omissão é um grande erro. E a omissão quando um amigo necessita de ajuda é um erro maior ainda, sem espaço para justificativas. Porque é como diz a música tema da série "Friends": "Eu estarei lá por você / Porque você está lá por mim também".

(escrito por Thiago da Hora)

18 comentários:

Filhão disse...

Concordo plenamente!!!
Com amigos assim quem precisa de inimigos né?!
É lamentavél!!!

Afrodite disse...

E aqueles eram 'amigos'?!?!
Realmente...assim quem precisa de inimigos!
E concordo com vc,quem age dessa forma pra mim é homo enrustido!
Beijo!

Anônimo disse...

Excelente comentário, excelente!

Cruela Veneno da Silva disse...

homofobia = quero dar meia hora de bunda

simples assim...

e concordo 100% com o texto do THIAGO (sim, o texto é dele e os créditos estão ali embaixo tá?)

e esses amigos? aff

se não sabe brigar grita né bee?

Escaminha disse...

Ficou mesmo no vazio a reação dos amigos né.

Amanda disse...

Olha, eu acho difícil julgar a reação de uma pessoa numa hora dessas! Eu, sinceramente, não sei de que forma agiria, mas talvez eu também ficasse "travada" por um tempo até conseguir ter uma reação.

Gostaria de comentar um fato que ocorreu na minha cidade.
Tenho um casal de amigas que namoram há mais de três anos e uma delas foi TENTAR doar sangue.

Disse ela que é rotina perguntar se a pessoa é homossexual (pra quê?) e ela disse que sim, que tem uma relação estável há 3 anos com uma mulher.

Ela simplesmente nao PODE DOAR SANGUE e agora? Disse para ela que isso era um absurdo e ela tem todo o direito de ir a delegacia questionar tal atitude do posto médico. Ela disse que se sentiria muito constrangida, até porque moramos em uma cidade pequena e todos sabem a dificuldade que é se expor numa cidade pequena (trabalho, família...) eu entendo o lado dela, mas acho que esse foi o cúmulo do cúmulo do que poderia acontecer em pleno ano de 2010 e que alguém tem que colocar a boca no mundo. Alguém sabe de que forma poderíamos proceder?

Madame disse...

Triste, aonde esse mundo vai parar?
Sinceramente eu nao faco ideia!

Uma otima semana

Amanda disse...

Cruela, obrigado pelo esclarecimento. Eu não tinha conhecimento disso, mas confesso que estou chocada! Quer dizer, nós não temos nem o direito de questionar porque está pautado em normas! O homossexual continua a ser tratado como inferior, como sujo... é um absurdo! Tanta gente precisando de sangue, a pessoa se disponibiliza,tem uma vida saudável,usa os métodos preventivos certinhos,tem toda possibilidade de ajudar e não pode.

Izáh Gomes disse...

Meu isso um grande absurdo!
Foi uma agressão sem motivo algum aparente !
Não tem cabimento uma coisa dessas...¬¬

Anônimo disse...

É.. eu tambem havia reparado na (falta de) reação dos 'amigos' e tambem achei um absurdo... Mas, por outro, lado fiquei pensando se eram mesmo amigos ou conhecidos de longa data ou apenas acabaram de se conhecer na noitada e simplesmente indo para o mesmo lugar... Enfim.. Não vou julgar porque precisaria esclarecer isso.. Eu, particularmente, não sei se me colocaria em risco por uma pessoa que acabei de conhecer na balada e que se meteu alguma confusão (mesmo que gratuitamente). Mas no mínimo, independente de quem fosse, tentaria pelo menos chamar a policia ou pedir alguma ajuda, sei la... Agora, se fosse um amigo(a), ahhh.. eu desceria o cacete no agressor!

Anônimo disse...

Fui doar sangue e tive que responder um monte de perguntas, uma delas era se me relaciono com mulheres, respondi que não kkkkkkkkk pois sabia que se tivesse dito que sim sairia de lá sem doar e de quebra minha mãe ia ficar sabendo.

Lana disse...

"Eu estarei lá por você / Porque você está lá por mim também".
Escrotidão sem tamanho. Pronto, falei!!

Ps: Ainda adoro qdo as regras deste blog são quebradas. Parabéns pelos 05 anos

Cris Ferreira disse...

Também chamou a minha atenção isso..
Até comentei com uns amigos!

Clara disse...

Concordo que omissão é tão ruim quanto agrssão física.

Queria fazer um comentário sobre a doação de sangue. Não sei como é no resto do mundo, mas aqui no Canadá, eles não perguntam se você faz sexo com o mesmo sexo, sendo esta pessoa homem ou mulher. Fui doar sangue, e a pergunta que eles fazem é se você ja fez sexo com algum homem que poderia ter AIDS, ou que usa droga. Mas em momento algum eles abordam a questão da homossexualidade ser um fator impossibilitador para a doação. Apenas se você tem ou já teve alguma relação sexual com alguém de risco.
E acho que essa é a pergunta certa. E não como é ai no Brasil. Simplesmente excluir o homossexual de doar sangue.

Priscila Barbosa disse...

Eu pensei exatamente o mesmo quando vi o video!
Isso é um absurdo.

cruela veneno da silva disse...

Clara?

O nome disso é civilização?

O Brasil precisa rever uma série de conceitos.

O questionário é ultrapassado.

Devíamos adotar o de vcs ai.

beijos

Ucha disse...

Se vc mora em cidade pequena, "não pode" assumir por causa da familia e do trabalho... se vc mora em cidade grande e se assume, é espancado... VIVA O SÉCULO XXI

Anônimo disse...

Na hora que eu vi as cenas a primeira coisa que pensei foi nos amigos que nem uma ajudinha deu ao raparigo ai...
Esses amigos ai eu acho que ele poderia esquecer porque de amigos eles num teem nada...
Os dois so não correram para provar que são machos kkkk (opa, machucados)